O Centro de Qualidade do Queijo Minas Artesanal da Serra da Canastra – APROCAME – é uma estrutura onde os queijos ficam reservados para o processo de maturação, que no caso da região da Canastra é de 21 dias. A partir desse prazo, o queijo é embalado e comercializado para todo o Brasil.

A APROCAME, foi contemplada por organismos estaduais (EMATER-MG_IMA_SEAPA), como pecuaristas locais que mantém a tradição do Queijo Canastra, sob "Todos os Aspectos Legais da Produção e Comercialização de Queijos Artesanais em Minas Gerais”, pela autenticidade na produção do Queijo da Canastra.

Por serem os associados, pequenas famílias de produtores rurais, não possuem espaços suficientes para maturar toda a produção pelo período necessário em suas propriedades. O Centro de Qualidade da APROCAME (entreposto de maturação) veio atender esta demanda dessas família.

Além disso, desde o dia 08 de agosto de 2013, toda produção que é enviada ao entreposto de maturação foi habilitada com o selo – SISBI-POA – para ser comercializada pela APROCAME, em todo o país.

As pequenas famílias de produtores rurais associadas ao Centro de Qualidade do Queijo Minas Artesanal da Serra da Canastra, com muita humildade, sabem que puderam contribuir muito para a realização dos produtores de toda a Região do Queijo Canastra, das Regiões Queijeiras de Minas Gerais e de todo o Brasil, com a legalização do Marco Regulatório do Queijo Artesanal Brasileiro.


1 – Melhorar a qualidade do “Queijo Canastra”;
2 – Assegurar a produção de um produto com segurança alimentar;
2 – Melhorar o mercado do produto, obtendo assim um melhor preço, retirando das mãos dos atravessadores;
3 – Divulgar o “Queijo Canastra” em todos os níveis da sociedade (municipal, regional, estadual, nacional e internacional);
4 – Incentivar a melhoria das queijarias e outras instalações necessárias à produção do queijo;
5 – Realizar compra de insumos em conjunto para baratear os custos de Produção;
6 – Melhorar a qualidade de vida dos produtores e seus familiares.

 

Em virtude da entrada em vigor da Lei Estadual nº 14.185 e suas respectivas portarias (517, 518 e 527) também em janeiro de 2002, que regulamenta as “Normas para Produção do Queijo Minas Artesanal”, os produtores de queijo artesanal de Medeiros, mais precisamente de “Queijo Canastra”, se viram na necessidade de melhorar a qualidade do produto para que pudessem atender o que previa a lei, agregando assim valor ao produto, atendendo ao consumidor final com um produto de qualidade que não pusesse em risco a saúde desses consumidores.

Reuniões entre alguns produtores de Queijo Minas Artesanal, técnicos e lideranças foram realizadas para discutir qual o caminho seria trilhado por eles para atender o que a lei exigia e estes decidiram pela criação de uma associação.

Após reunião para aprovação do estatuto, passou-se a eleição e posse da primeira diretoria da entidade ora criada, tomando posse os seguintes componentes:

Presidente: Luciano Carvalho Machado
Secretário: Ronaldo Faria Martins
Tesoureiro: Ricardo Elpídio da Silva

Em nove de janeiro de 2002, nascia então em Medeiros/MG a “APROCAME“ “Associação dos Produtores de Queijo Canastra de Medeiros”
× Como posso te ajudar?